<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=124432238231600&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">

Como é a atuação de um advogado em crimes na internet

Postado por Maria Clara on 07-06-2022 14:58

crimes na internet

Enquanto você está lendo este texto, imagino que esteja conectado nas suas redes sociais em algum aparelho. Seja do celular, tablet ou notebook, todos nós estamos cada vez mais conectados e “online”. Nossos dados, nossas opiniões, fotos e localização estão sendo sempre registrados no universo digital. E se nossa geração está cada vez mais online, com isso, consequentemente, aumenta-se os crimes na internet.

Segundo um levantamento realizado pela Netscout, empresa especializada em cibersegurança, no ano passado, o Brasil foi o segundo país que mais recebeu ataques cibernéticos, ficando apenas atrás dos Estados Unidos. 

Apesar da crescente onda de invasão de dispositivo informático, a internet não é uma “terra de ninguém”. E é aí que entram em cena os advogados em crimes na internet e as novas leis que asseguram a integridade dos usuários online. 

Se você se interessa pelo curso de Direito e quer saber o que faz um advogado nesses casos, estamos aqui para esclarecer as suas dúvidas. Confira, a seguir, o papel do advogado em crimes cibernéticos e as leis que protegem a população.

Advogado especialista em crime cibernético: como e onde atuam esses profissionais?

Se você tem interesse pela área e pensa em seguir carreira, saiba que antes de tudo, para atuar no campo de crimes cibernéticos é preciso da formação no curso de Direito e experiência em tecnologia da informação.

Mas, afinal, como é a atuação do advogado em crimes da internet? Para defender os interesses dos usuários, a área de atuação desse profissional é vasta. 

O advogado especialista trabalha  em casos de cyberbullying, difamação, perseguição virtual, stalking, injúria e pornografia infantil. Os profissionais também atuam em casos de estelionato digital, crimes eleitorais e golpes aplicados online. 

Para defender o direito dos seus usuários, o advogado em crimes da internet adotam medidas ágeis para acessar o conteúdo e impedir o seu compartilhamento na rede. Além disso, ele está presente em todo desenvolvimento do caso relacionado a crimes virtuais! Sua função é orientar a vítima e acompanhar todos os passos. 

Por meio de processos de apuração, o advogado também precisa investigar a autoria do crime. Seu papel não é só fundamental na geração mais conectada como a busca por profissionais qualificados cresce cada vez mais no mercado de trabalho.

Veja também:

E-book - Profissões do futuro

Mas quais as novas leis que protegem os usuários? 

Como dissemos anteriormente, a internet não é terra de ninguém e existem leis para o universo digital também! Com o aumento dos crimes virtuais, novas leis têm sido criadas para que você possa navegar de forma mais segura. 

Para quem acha que pode se esconder atrás de um perfil fake e comentar o que quiser nas redes sociais, a história não é bem assim. Com um bom advogado, os usuários não ficam impunes dos seus respectivos crimes. 

Mas se você não conhece as leis quando o assunto é a internet, estamos aqui para te atualizar! Separamos duas novas leis criadas no último ano para proteger os seus direitos no mundo digital.

Você conhece a lei 14.132/21?

Atualmente, o Código Penal tem leis específicas voltadas para o direito do usuário, e uma delas é contra a perseguição na internet. A lei 14.132/21 entrou em vigor ainda no ano passado e tem como principal objetivo punir a prática conhecida popularmente como stalking, em que há uma ameaça ou perseguição interferindo no bem-estar e na privacidade do usuário. 

A pena prevista para quem comete tal prática é de seis meses a dois anos de reclusão e multa. A lei deixa claro que a pena pode sofrer alterações e aumentar em até 50%, caso o crime seja cometido contra mulheres, contra crianças, adolescentes e idosos. O ajuste ocorre, também, caso tal prática seja feita em grupo ou os criminosos portem alguma arma. 

Saiba tudo sobre a Lei 14.155, de 2021

O ano de 2021 foi um período em que os usuários tiveram muitas leis novas a seu favor! Isso mostra que os tempos estão mudando, e cada vez mais é necessário proteger o seu direito offline e online.

Em resumo, a lei 14.155/2021 altera o Código Penal, tornando os crimes de furto digital,  invasão de dispositivo, estelionato pela internet ou de forma eletrônica altamente mais graves. 

Nesse cenário, a pena varia de acordo com o caso. Um exemplo disso é o crime de invasão de dispositivo, em que o criminoso terá a pena de até quatro anos de reclusão e multa. Já no crime de estelionato, a punição é ainda maior, podendo chegar até oito anos de reclusão e multa.

Como posso me tornar um advogado especialista em crimes na internet?

Se você chegou até aqui e se interessou ainda mais pela área, o primeiro passo é começar a sua graduação em uma das Faculdades no Paraná. O conhecimento é a porta para você construir uma carreira de sucesso, seja como especialista em crimes de internet, direito penal, advogado trabalhista ou qualquer outra área. 

O segredo é se dedicar e começar a estudar Direito! Para você alcançar seus objetivos e chegar ainda mais longe, aposte em uma universidade com diferenciais que impactam na sua formação acadêmica. 

E já que estamos falando em faculdade, essa é  uma etapa importante para sua carreira, em que você pode criar contatos e pontes sólidas que abrirão portas para o seu futuro. Mas se você não sabe por onde começar a se conectar com pessoas com seu interesse profissional, calma, pois nós temos a solução! Confira, agora, nosso último post sobre: Porque um network na faculdade é tão importante? Entenda!

Porque um network na faculdade  é tão importante? Entenda!

Maria Clara

Escrito por Maria Clara

Topics: crimes na internet

Vestibular Tuiuti 2022
Pós Graduação mestrado e doutorado
Pós Graduação Especialização
Clique aqui e inscreva-se agora mesmo!

Assinatura de e-mail de blog

  

Posts por Tópico

Veja todos

Posts Recentes