Apresentação:

Com a publicação da Lei n. º. 10.267 de 28 de agosto de 2001, no tocante à regularização de propriedades rurais junto ao INCRA, institui-se o CNIR – Cadastro Nacional de Imóveis Rurais, o qual tem base comum de informações, gerenciada pelo INCRA e pela Secretaria de Receita Federal.

 

A proposta da Lei nº 10.267 é cadastrar, em curto prazo, todas as propriedades brasileiras, referenciando-as ao Sistema Geodésico Brasileiro (SGB), através de coordenadas no sistema de projeção UTM. Desta forma, o Georreferenciamento das propriedades é fundamental, sendo que o profissional habilitado deve proceder, esta atividade segundo normas especificas de levantamento (Normas Técnicas para Georreferenciamento de Imóveis Rurais – INCRA).

 

Competências ao final do curso

Ao concluir o curso de Especialização em Georreferenciamento de Imóveis Rurais da Universidade Tuiuti do Paraná, o  engenheiro terá as competências necessárias para executar o georreferenciamento de imóveis rurais e urbanos e deverá solicitar o apostilamento e atribuições  junto ao  sistema CONFEA/CREA e terá o  seu registro no INCRA para que possa  ser responsável  e assinar pelo Georreferenciamento de Imóveis Rurais.

 

Formato do Trabalho de Conclusão do Curso

O trabalho de conclusão da especialização é um levantamento georreferenciado de uma área rural ou urbana, o qual será apresentado sob a forma de relatório de caráter individual ou em equipe e contemplará os aspectos de um levantamento georreferenciado de uma área rural ou urbana de acordo com as regras e leis contempladas nas “Normas Técnicas para Georreferenciamento de Imóveis Rurais – INCRA”.

Nova call-to-action