<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=124432238231600&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">

Blog Tuiuti

Pós-graduação Stricto Sensu:diferenças entre mestrado e doutorado

Postado por João Marcos on 17-08-2017 11:25

pós-graduação

Com a alta concorrência do mercado de trabalho, um diploma de graduação já deixou de ser o suficiente. Os profissionais que querem se destacar precisam buscar sempre novas qualificações, e os cursos de pós-graduação são uma excelente oportunidade para isso.

As ofertas de cursos aumentam a cada dia mas, antes de pensar na instituição de ensino ou na área de atuação, é preciso conhecer as modalidades. Você sabe, por exemplo, quais as diferenças entre mestrado e doutorado? Descubra no post de hoje!

Os cursos stricto sensu

Os cursos de mestrado e doutorado são tipos de pós-graduação stricto sensu, uma das alternativas para continuação dos estudos. Esse tipo de pós abrange cursos com foco em pesquisa, formação acadêmica e científica, e todos eles necessitam da autorização do MEC para funcionamento (você pode consultar aqui a lista dos recomendados e reconhecidos).

Em geral, quem escolhe cursar mestrado e doutorado tem projetos de seguir a carreira acadêmica (ministrar aulas, atuar em pesquisas etc.). Há ainda a alternativa dos mestrados profissionais, também opções de pós-graduação stricto sensu, mas que têm foco mais voltado para a aplicação dos conhecimentos no mercado de trabalho.

Como funcionam os mestrados

O mestrado acadêmico é o mais tradicional, procurado por quem pretende atuar como professor ou pesquisador. A duração média é de 2 anos e o estudante cursa as disciplinas referentes à área escolhida antes de preparar uma dissertação, que deve ser defendida frente a uma banca de pesquisadores para que o pós-graduando seja aprovado.

Já o mestrado profissional, por sua vez, objetiva preparar o estudante especificamente para o mercado de trabalho. Essa modalidade começou a ser implementada há pouco tempo, visando formalizar alguns MBAs que vinham pelo viés acadêmico-profissional e aproximar a formação do que é considerado um MBA no exterior.

Para ambos os cursos é exigido que o estudante tenha proficiência em outro idioma, usualmente o inglês. A segunda língua é essencial para o pesquisador, que precisa saber ler e compreender conteúdos de base que não possuem versões em português.

Doutorado: o topo da pós-graduação

Quem buscar um doutorado vai atingir o topo dos cursos de pós-graduação oferecidos no Brasil. O trabalho é longo: são pelo menos 4 anos de duração, entre o estudo das disciplinas, pesquisas diversas e o desenvolvimento da tese. A espera e a dedicação, contudo, compensam muito.

O doutorado permite que o estudante aprofunde conhecimentos em determinado campo, sendo indicado para quem deseja trabalhar com pesquisa ou melhorar de posição na vida acadêmica. Para ministrar aulas em universidades públicas, por exemplo, é necessário o título de doutor.

Ao final de uma pós-graduação stricto sensu, o estudante recebe um diploma que lhe garante título de mestre ou doutor no campo de conhecimento escolhido. No caso da segunda opção, é possível seguir com o pós-doutorado.

Agora que você já entendeu as diferenças entre mestrado e doutorado, que tal buscar algumas alternativas de cursos? A Universidade Tuiuti do Paraná oferece algumas boas opções, em diferentes áreas (Comunicação e Linguagens, Distúrbios da Comunicação, Educação e Psicologia). Clique aqui para mais detalhes.

Gostou deste conteúdo? Quer auxiliar algum amigo a conhecer o que é uma pós-graduação stricto sensu? Compartilhe este post!

PÓS-GRADUAÇÃO 

 Leia também: Lato Sensu ou Stricto Sensu: opções de pós-graduação em Curitiba 

João Marcos

Escrito por João Marcos

Topics: Pós Graduação

Blog_01
Blog_01-1
Clique aqui e inscreva-se agora mesmo!

Assinatura de e-mail de blog

  

Posts por Tópico

Veja todos

Posts Recentes