<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=124432238231600&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">

Blog Tuiuti

O que é importante em uma faculdade de Fisioterapia?

Postado por Mario Costa on 18-12-2018 9:00

Decidir por cursar uma graduação em Fisioterapia é um grande passo em direção a uma carreira de sucesso na área da saúde. A profissão permite ao profissional atuar em clínicas, na reabilitação, na área esportiva e até mesmo em organizações, trabalhando com a Fisioterapia Laboral.

Mas, para aproveitar todos essas áreas da Fisioterapia e encontrar boas oportunidades no mercado de trabalho, o estudante deve avaliar bem a faculdade em que se matriculará.

Não sabe por onde começar em sua pesquisa? Reunimos aqui os principais critérios que você deve observar na escolha de uma boa faculdade de Fisioterapia. Não deixe de conferir!

fisioterapia estudar

1. Equilíbrio entre aulas teóricas e prática

Fisioterapia é um daqueles cursos em que se aprende na prática. Mas também é daqueles em que o estudante vai precisar de uma boa base teórica para atuar. O equilíbrio entre os dois é o que faz o bom profissional.

Como avaliar se a faculdade de Fisioterapia escolhida permite isso ao estudante? Primeiro, verifique a grade curricular. Segundo as diretrizes do Ministério da Educação, o curso de Fisioterapia deve contemplar conteúdos das Ciências Biológicas e da Saúde, das Ciências Sociais e Humanas, conhecimentos Biotecnológicos (que envolvem avanços tecnológicos relacionados à prática fisioterapêutica) e conhecimentos da formação específica (chamados de Fisioterapêuticos).

Observe, ainda, que 20% da carga-horária deve ser dedicada aos estágios, sem falar nas atividades complementares, como cursos de extensão, exercícios em clínica-escola, dentre outros, que completam a grade do curso.

2. Conexão com o mercado de trabalho

Dialogar com o mercado ainda durante a graduação é algo que não pode ser esquecido. Esse diálogo precisa ser incentivado pela faculdade, que deve manter convênios com instituições para estágio ou mesmo organizar eventos que colocam, lado a lado, estudante e profissionais da área.

Verifique se a faculdade em que pretende se matricular oferece algum programa para direcionamento e aperfeiçoamento na carreira. Ter esse acompanhamento com especialistas na graduação pode ser fundamental para entender em qual área da Fisioterapia você tem mais afinidade, por exemplo.

3. Boa infraestrutura

Avaliar a boa infraestrutura já é um pouco mais fácil. Uma passeada pelas instalações da faculdade e conversa com alunos pode revelar as condições do curso e a importância que a instituição dá à estrutura física da faculdade de Fisioterapia.

Por ser um curso da área de saúde, é fundamental ter laboratórios equipados e bibliotecas atualizadas. Também observe a condição geral da faculdade, como salas de aula e ambientes de convivência.

4. Corpo docente qualificado

Por fim, avalie o corpo docente. Entre duas instituições com boa infraestrutura, por exemplo, ele pode ser o diferencial na escolha por uma faculdade de Fisioterapia.

A Universidade Tuiuti do Paraná, por exemplo, possui quase 90% do corpo docente do curso de Fisioterapia formado por mestres ou doutores, que possuem experiência prática e teórica em suas áreas de ensino.

Observe todos esses aspectos e evite uma frustração com a faculdade de Fisioterapia escolhida! Eleja aquela que levará você em direção a um ótimo futuro profissional.

Quer entender mais sobre essa graduação? Não deixe de conferir o e-book completo que preparamos para os futuros fisioterapeutas!

Nova call-to-action

Mario Costa

Escrito por Mario Costa

Topics: faculdade de fisioterapia

Blog
Blog-1
Clique aqui e inscreva-se agora mesmo!

Assinatura de e-mail de blog

  

Posts por Tópico

Veja todos

Posts Recentes