<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=124432238231600&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">

Blog Tuiuti

Mestrado e Doutorado em Distúrbios da comunicação: onde trabalhar?

Postado por Yuri Kepler on 02-04-2020 9:00

Conheça as possibilidades de atuação após o término do curso de pós-graduação em distúrbios da comunicação. Neste post você encontrará o que precisa saber sobre o seu futuro profissional depois de concluir a pós-graduação em fonoaudiologia. 

como escolher o melhor mestrado para você

As possibilidades de carreira ao concluir a pós-graduação em fonoaudiologia

De acordo com o Conselho Federal de Fonoaudiologia, existem 45.123 fonoaudiólogos no Brasil, sendo que no Estado do Paraná são 2.560 profissionais da área. Dentre todos os fonoaudiólogos no Brasil, apenas 7.372 são especialistas.

Portanto, o mestrado ou o doutorado em fonoaudiologia certamente será um diferencial profissional e trará novas oportunidades.

Após concluir a pós-graduação, você poderá atuar em duas diferentes carreiras: a carreira acadêmica e a carreira profissional.

 

A carreira acadêmica

Na carreira acadêmica, o mestre ou doutor em distúrbios da comunicação pode atuar como docente e/ou pesquisador. É possível a publicação de livros, ministração de cursos específicos na área de saúde e proferir palestras, por exemplo.

Ao concluir o doutorado ou mestrado em fonoaudiologia e investir na carreira acadêmica, você contribui para o avanço científico da área! Além de, é claro, ser reconhecido pelo seu trabalho e ter seu nome ligado a algo de valor! Por isso, é uma oportunidade de realização profissional e pessoal.

A carreira profissional

A pós-graduação em distúrbios da comunicação garante ao profissional maior visibilidade no campo privado. Existem também muitos concursos públicos para a área, e o mestrado ou doutorado é uma vantagem no processo seletivo além da margem para uma remuneração maior! 

Por isso, ao seguir a carreira profissional, você terá um diferencial dos demais profissionais e uma melhor remuneração. Afinal, o egresso do mestrado ou doutorado em Distúrbios da Comunicação está apto a diagnosticar e tratar disfunções que impedem a socialização do paciente.

Distúrbios da Comunicação

Em quais instituições o pós-graduado em fonoaudiologia pode trabalhar?

Fora da carreira acadêmica é possível atuar tanto no setor público quanto privado. Alguns exemplos são clínicas, consultórios, hospitais, home care, asilos, creches e berçários, instituições de ensino, gestão de serviços, empresas, emissoras de rádio, TV, teatro, indústrias e outros.

Na carreira acadêmica, o egresso pode trabalhar nas universidades e ambientes voltados para pesquisa.

 

Média salarial do egresso da pós-graduação em Distúrbios da Comunicação

O piso salarial de um fonoaudiólogo em Curitiba é de R$2.556,30. Mas esse valor pode chegar até R$4.232,72 para fonoaudiólogos pós-graduados. Estamos levando em consideração a carga horária de 34 horas semanais.

Na área acadêmica, um professor de fonoaudiologia ganha em média R$3.329,55 para uma jornada de trabalho de 26 horas semanais. Mas o teto salarial chega até R$8.366,57.

Existe também os possíveis ganhos com seminários, cursos específicos, publicação de livros, palestras e afins.

Por isso, o mestrado ou doutorado é uma ótima opção para quem busca aumento de remuneração, proporcionando uma melhor qualidade de vida, ao mesmo tempo em que se dedica a algo com propósito.

 

Quem pode fazer a pós-graduação em Distúrbios da Comunicação?

Distúrbios da Comunicação são problemas que afetam a capacidade de comunicação humana. Ao ter a comunicação afetada, o desenvolvimento intelectual e social do ser humano é prejudicado. Sendo assim, o egresso do doutorado ou mestrado em distúrbios da comunicação vai contribuir com o bem-estar e desenvolvimento da pessoa ao intervir no estudo, diagnóstico e tratamento desses distúrbios. 

Por isso, podem se interessar pelo curso profissionais de saúde, como médicos, enfermeiros, terapeutas ocupacionais e fonoaudiólogos, mas também pode ser útil a educadores e psicólogos, que lidam frequentemente com pessoas acometidas por essas patologias. 

As linhas de pesquisa do Programa de Pós-Graduação em Distúrbios da Comunicação da Universidade Tuiuti

Para entender melhor as áreas de atuação no mercado de trabalho após a conclusão do doutorado ou mestrado em fonoaudiologia, é importante entender as linhas da pesquisa do programa.

Na Universidade Tuiuti as linhas de pesquisa são:

  • Promoção da Saúde Auditiva nos diferentes ciclos de vida
    Objetiva contribuir na sistematização e implementação das políticas públicas com relação a propostas voltadas à promoção, prevenção, avaliação, diagnóstico e tratamento de aspectos relacionados à Fonoaudiologia e áreas afins.
  • Promoção da linguagem nos contextos da saúde e da educação
    Pesquisas com domínios de investigação em torno dos processos de apropriação e uso da linguagem, contribuindo para a sistematização de teorias e de procedimentos voltados à promoção e à clínica da linguagem, circunscritos no contexto da saúde e educação.
  • Diagnóstico e Tratamento da Deglutição, Voz e Motricidade Orofacial
    Estudos sobre Deglutição, Voz, Motricidade e Dor Orofacial, tendo em vista a atenção da saúde vocal e da motricidade orofacial em função da promoção, da prevenção, da avaliação, do diagnóstico e do tratamento de tais aspectos relacionados à Fonoaudiologia.
  • Diagnóstico e Tratamento em Audição e Equilíbrio
    Estudo dos diferentes pressupostos teórico-práticos envolvidos na avaliação e tratamento dos distúrbios da audição e do equilíbrio.  Busca o aprimoramento de práticas clínicas fonoaudiológicas, viabilizando a utilização de tecnologias avançadas.

Em concordância com o mercado de trabalho, a Universidade Tuiuti tem como objetivo formar pesquisadores acadêmicos, docentes e profissionais qualificados.

 

Leia nosso e-book para saber mais sobre o Programa de Pós-Graduação Strictu Sensu em Distúrbios da Comunicação.

pós-graduação Stricto Sensu

 

O Mestrado e Doutorado em Fonoaudiologia

Como vimos, a pós-graduação te proporciona novos horizontes na carreira, mas é melhor um mestrado ou um doutorado?

Tanto quem opta pelo mestrado quanto quem opta pelo doutorado possui em sua grade comum as seguintes disciplinas: Metodologia de Pesquisa, Morfofisiopatologia Aplicada à Audição, Didática, Políticas Públicas e Programas de Saúde, Ética em Pesquisa e realizam um Estágio Docente na Graduação. 

Para os doutores, existem ainda outras três disciplinas-base: Metodologia de Pesquisa Avançada, Seminário de Dissertação e Tese, Atuação em Evidência Científica e Estágio em Banca Examinadora de TCC. 

As outras disciplinas variam de acordo com a linha de pesquisa escolhida pelo aluno, sendo algumas obrigatórias e outras eletivas.

Está pensando em fazer um mestrado ou doutorado, porém se questiona se conseguirá encaixar os estudos na sua rotina? Nós preparamos um post para você: Mestrado e doutorado exigem dedicação exclusiva?

 

Por que fazer uma pós-graduação?

Um mestrado ou doutorado vai aumentar sua remuneração, te trazer reconhecimento, realização profissional e pessoal, e proporcionar novos horizontes. 


Ainda está em dúvidas se esse deve ser o próximo passo na sua carreira? Leia nosso e-book Chega de dúvidas: quando partir para a pós-graduação strictu sensu.

Distúrbios da comunicação

Yuri Kepler

Escrito por Yuri Kepler

Universidade Tuiuti do Paraná

Topics: mestrado em comunicação e linguagens

Blog_01
Blog_01-1
Clique aqui e inscreva-se agora mesmo!

Assinatura de e-mail de blog

  

Posts por Tópico

Veja todos

Posts Recentes