<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=124432238231600&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">

Blog Tuiuti

A qualidade de um doutorado se mede pelo corpo docente. Entenda!

Postado por Yuri Kepler on 03-11-2017 10:00

qualidade do corpo docente do doutorado

Uma das coisas mais importantes para quem pretende continuar os estudos da pós-graduação é saber a qualidade do corpo docente do doutorado. Por quê?

Apesar de o doutorado requerer um grau de autonomia do aluno muito maior que o mestrado e a graduação, a qualidade dos docentes define toda a estrutura acadêmica, pois são eles que coordenam as linhas de pesquisa e orientam os estudantes.

Garantir, portanto, que o curso que você está realizando ou pretende fazer possui professores de qualidade impactará diretamente em seu trabalho.

Mas a qualidade não é medida subjetivamente. Não basta gostar do docente. Vamos ver como isso pode ser avaliado?

Como os docentes de um curso de doutorado são avaliados?

Primeiramente, é importante saber que a CAPES (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior), órgão do Ministério da Educação (MEC), avalia todos os programas de pós-graduação stricto sensu do país, e lhes confere uma nota - o chamado Conceito CAPES.

O conceito CAPES varia entre 3 (três) e 7 (sete). E porque isso? Dentre os vários motivos, é avaliado a titulação e a produção científica dos docentes do curso.

Vejamos alguns quesitos mais detalhadamente:

  • Tempo que está no programa: a tradição importa. E quanto mais tempo no programa, mais pontos conta para o docente. Isso implica que ele já atuou bastante e tem experiência.
  • Titulação dos docentes: para um doutorado, todos os docentes devem ter titulação mínima de doutor. Afinal, somente doutores podem orientar outros candidatos.
  • Orientações prévias: o docente deve orientar vários alunos para ter qualidade comprovada.
  • Produção científica: todo docente deve regularmente produzir um artigo científico e publicar em um periódico reconhecido nacionalmente ou internacionalmente em sua área de pesquisa.

A CAPES também dá nota para os periódicos de acordo com sua qualidade. As notas de qualidade são, em ordem decrescente: A1, A2, B1, B2, B3, B4, B5, C.

O que tudo isso significa?

Se o corpo docente do doutorado é qualificado, o conceito dele é maior, bem como o reconhecimento no mercado. Outro diferencial é que você pode trocar conhecimentos com profissionais altamente competentes em suas áreas de atuação, o que traz enriquecimento cultural e acadêmico para você.

Agora, se você quer saber como avaliar o corpo docente do doutorado por conta própria, vale a pena fazer uma pesquisa na Plataforma Lattes. Nela, é possível verificar o currículo acadêmico de cada docente cadastrado, sua formação, áreas de pesquisa, programas dos quais participa, trabalhos orientados e grupos de pesquisa em que esteja inserido. Também é possível conferir a produção científica de cada profissional.

Outra forma de verificar os projetos nos quais os docentes do mestrado ou doutorado estão envolvidos, bem como as instituições de ensino nas quais atuam, é fazer uma pesquisa na internet e em redes sociais, como o Linkedin.

O tempo dedicado a essa pesquisa certamente será recompensado no momento em que você ingressar na sua pós-graduação e aproveitar ao máximo o aprendizado com esses professores.

Ficou motivado? Descubra os requisitos para conseguir uma bolsa junto à CAPES!

Leia também: Bolsa de estudo X Financiamento estudantil: entenda as diferenças

Nova call-to-action

Yuri Kepler

Escrito por Yuri Kepler

Universidade Tuiuti do Paraná

Topics: Doutorado

Blog_01
Blog_01-1
Clique aqui e inscreva-se agora mesmo!

Assinatura de e-mail de blog

  

Posts por Tópico

Veja todos

Posts Recentes