<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=124432238231600&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">

É possível fazer uma segunda graduação mesmo trabalhando? - Tuiuti

Postado por Yuri Kepler on 20-09-2022 14:54

estudar-e-trabalhar

Pensando em fazer uma segunda graduação? Então, este post é para você! Entenda como uma segunda graduação pode ser possível mesmo se você precisar conciliar o curso com o trabalho. 

Por que fazer uma segunda graduação?

Uma segunda graduação pode te ajudar a alavancar ainda mais a sua carreira ou, até mesmo, te ajudar a mudar de área. 

Além de ter uma entrada facilitada, visto que boa parte das universidades possui condições especiais (tanto para egressos da própria instituição quanto de outras), a segunda graduação tem alguns diferenciais da primeira. Entre eles, podemos destacar:

Maior comprometimento e preparo

Por mais que você tenha se dedicado bastante ao primeiro curso, era tudo muito novo, não era? Especialmente no primeiro ano, talvez, você tenha demorado um pouco para se adaptar à rotina de uma pessoa do ensino superior. 

Isso não tende a acontecer na segunda graduação. Independentemente do motivo que irá te levar a começar um novo curso, você já terá um pouco mais de experiência e conseguirá aproveitar ainda mais toda a estrutura que a universidade irá oferecer. 

Isso porque você já sabe como tudo funciona e já tem o seu objetivo em mente! 

Maior capacitação

Ao começar uma segunda graduação, você terá uma visão diferente do calouro que começou a faculdade pela primeira vez. A essa altura, muito provavelmente, você já tem um plano de carreira (ou já sabe onde quer chegar) e também já deve conhecer um pouco melhor os seus pontos fortes e fracos. 

Todo esse autoconhecimento colabora para que você consiga unir aquilo que viveu até aquele momento ao que irá aprender no seu novo curso. E a união de todas essas coisas permitirá que você tenha ainda mais preparo e capacitação.

Como conciliar trabalho e estudo?

Como conciliar trabalho e estudo é uma pergunta bem comum e a resposta é: necessita de bastante organização! Não é a tarefa mais fácil do mundo, afinal, você precisa dar atenção tanto para o trabalho quanto para o curso que você quer fazer, mas a gente garante que é super possível. 

Aliás, estudar e trabalhar promove uma vantagem bem grande: a depender do curso que você está fazendo e do local em que você trabalha, trabalhar e estudar é uma forma de aprender a prática em maior escala! 

Isso porque, mesmo você tendo diversas aulas práticas na graduação, o dia a dia do profissional tende a ser um pouco mais corrido e prático (literalmente). Então, você pode ver essa relação com bons olhos, como uma grande oportunidade de desenvolvimento. 

 

Para te ajudar, nós separamos 4 dicas essenciais para conciliar o trabalho e o estudo, olha só: 

1. Tenha uma agenda atualizada

Seja eletrônica (como o Trello ou Google Agenda) ou agenda física, o segredo da organização é ter controle das suas atividades. Para isso, é muito importante que você mantenha uma agenda atualizada com as coisas que você precisa fazer e datas importantes (como provas na faculdade e entrega de atividades no trabalho). 

Se possível, tire um dia na semana (como sábado ou domingo) para preparar a sua agenda! Coloque nela tudo aquilo que você sabe que precisa fazer naquela semana. Se possível, já inclua horários predeterminados e evite colocar duas atividades para entregar em um mesmo período.

Essa organização vai te ajudar muito a conciliar as suas agendas. 

Veja também:

2. Saiba quais são as suas prioridades

Estudar ao mesmo tempo que trabalha pode, em alguns momentos, gerar conflitos de entregas e agendas, por isso, é essencial que você saiba definir as suas prioridades.

Definir prioridades não significa deixar de equilibrar os pratinhos (inclusive o pratinho que leva em consideração a sua qualidade de vida), mas significa que, se algum conflito acontecer, com base nas suas prioridades, você saberá qual ação tomar. 

Um exemplo disso são os períodos de exames na faculdade. Entra semestre, sai semestre, as provas estão aí para te ajudar a reforçar tudo o que foi aprendido, e, nesse momento, é importante que você dedique mais tempo aos seus estudos. 

3. Otimize os seus estudos

Para ter uma rotina de estudos interessante, é preciso saber otimizar os seus estudos! Uma dica é: na hora de estudar, tente escolher lugares que favoreçam a sua atenção ao estudo em si. Ou seja, lugares silenciosos e sem distrações, isso irá te ajudar a manter o foco no estudo (naquilo que você precisa fazer naquele momento).

Além disso, tente organizar essa rotina de estudos de acordo com o seu nível de facilidade/dificuldade em determinada disciplina. Separe mais tempo para estudar aquelas que você tem maior dificuldade, afinal, você já sabe que vai precisar de mais tempo para revisar tudo o que precisa. 

Tente não postergar essas disciplinas mais difíceis para o final do semestre! Muitos estudantes fazem isso e acabam não tendo tempo o suficiente para tirar as dúvidas com os professores ou colegas de sala. 

4. Tire um tempo livre

Nós sabemos que conciliar a rotina de trabalhar e estudar pode ser cansativo (embora valha muito a pena), mas é importante que você não se esqueça de tirar um tempo livre vez ou outra, logo, já coloque isso na agenda. 

Lazer e descanso vão te ajudar a manter a sua cabeça em ordem! A ausência de atividades de lazer vão trazer cansaço e até certa frustração, por não conseguir dar conta de todas as demandas, e isso pode ter mais a ver com o seu cansaço mental do que com o fazer coisas em si. 

Cuidar da sua saúde física e mental é tão importante quanto entregar as suas coisas em dia. É essencial dar um descanso para você e para a sua cabeça. E, aqui, você pode escolher o que mais gosta de fazer! Ler um livro, ir ao parque, academia, jantar em família, sair com os amigos. 

Escolha o tipo de curso que mais tem a ver com você!

Bom, agora que você já sabe quais são as práticas essenciais para conseguir ter uma rotina de trabalho e estudo, é só escolher o melhor curso para a sua necessidade.

Você pode escolher entre os cursos de graduação presenciais, EaD ou semipresenciais ou, até cursos com menor tempo de duração, como os tecnólogos. 

São cursos que têm tempo médio de dois anos e o diploma tem a mesma validade de uma graduação de longa duração, a diferença é que o curso tecnólogo, geralmente, tem uma carga horária reduzida e tem uma visão mais prática do tema e um pouco menos aprofundada e teórica. 

Nesse cenário, escolher uma Faculdade no Paraná que seja referência não é tão difícil! Nós estamos aqui para te ajudar a conquistar os seus objetivos. 

Aliás, já vamos aproveitar e lhe indicar outro conteúdo aqui do blog que pode ser interessante para você, olha só:

Veja como começar a faculdade mesmo com pouco dinheiro!

Até a próxima!

Yuri Kepler

Escrito por Yuri Kepler

Universidade Tuiuti do Paraná

Topics: Mercado de Trabalho, segunda graduação, estudar e trabalhar

Vestibular Tuiuti 2022
Pós Graduação mestrado e doutorado
Pós Graduação Especialização
Clique aqui e inscreva-se agora mesmo!

Assinatura de e-mail de blog

  

Posts por Tópico

Veja todos

Posts Recentes